A EDUCAÇÃO INDÍGENA PELAS POLÍTICAS PÚBLICAS NO BRASIL

Resumo

RESUMO: Xenofobia, preconceito e desejo de desmatar as florestas virgens brasileiras fizeram com que os colonizadores portugueses não vissem a importância da cultura do indígena, seus saberes medicinais e climáticos, entre tantos outros, para a preservação da natureza. A importância da escola indígena está em resgatar a identidade cultural perdida em razão das imposições dos dominadores. O presente estudo, por meio de pesquisa bibliográfica e documental, tem como objetivo discutir a educação indígena no Brasil na atualidade, seus avanços e dificuldades. Assim, foi constatado que há descaso dos governantes em relação à educação indígena, não sendo respeitado todo o rico conhecimento desse povo originário do Brasil.  Constatou-se também a necessidade de mais políticas públicas voltadas à preservação do patrimônio cultural indígena, e efetivação das legislações existentes, sobretudo as educacionais.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Licenciatura Plena em Ciências Biológicas, Universidade Iguaçu e Mestrando Profissional em Desenvolvimento Local, no Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Local da UNISUAM, Rio de Janeiro, RJ e Brasil.

 

##submission.authorWithAffiliation##

Especialista em Docência Superior em Gastronomia, Unyleya,  e Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Local, Unisuam, Rio de Janeiro, RJ e Brasil.

##submission.authorWithAffiliation##

Doutora em Ciências da Saúde e pesquisadora do programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Local da UNISUAM. 

##submission.authorWithAffiliation##

Possui graduação em Comunicação Social (Jornalismo) pela FACHA e em Letras Clássicas e Vernáculas pela FEUC. Doutora em Estudos Culturais pela UFF. Pós-doutorado em Políticas Públicas e Formação Humana pela UERJ, em Narrativas Visuais pela Universidade Clássica de Lisboa e em Estudos Culturais Africanos pela UFRJ. Possui Curso de Aperfeiçoamento em Gestão e Empreendedorismo pelo Babson Entrepreneurship Program, no Babson College, EUA. Curso de Aperfeiçoamento em Study Abroad Program On Environmental Sustainability, pela UIW European Study Center. Foi Bolsista da CAPES e Coordenadora do Projeto "Implicações do Ambiente no processo de Ensino-Aprendizagem: Estudos sobre escolas Públicas do Complexo do Alemão, na Cidade do Rio de Janeiro?, apoiado pelo OBEDUC/CAPES, no período de 2013 a 2017. Foi coordenadora do programa de Pós-Graduação Desenvolvimento Local da UNISUAM, entre 2011 e 2016. Desenvolve estudos no âmbito do Desenvolvimento sustentável, da Educação ambiental, da cultura e da Educação. 

Publicado
2021-12-06
Como Citar
OLIVEIRA, Luis Claudio Costa de et al. A EDUCAÇÃO INDÍGENA PELAS POLÍTICAS PÚBLICAS NO BRASIL. LexCult: revista eletrônica de direito e humanidades, [S.l.], v. 6, n. 1, p. 98-112, dez. 2021. ISSN 2594-8261. Disponível em: <http://lexcultccjf.trf2.jus.br/index.php/LexCult/article/view/543>. Acesso em: 28 maio 2022.
Seção
Dossiê Educação no Brasil: esperança, drama ou farsa?

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##