CAPITAL SOCIAL, PRECARIZAÇÃO E UBERIZAÇÃO DO TRABALHO

  • Ana Christina Tavares Martins UNISUAM
  • Maria Geralda de Miranda

Resumo

Neste rápido estudo serão examinadas as relações entre capital social, organização do trabalho, precarização, terceirização, economia compartilhada e uberização das relações com a formação de novas opções para o mercado e o trabalhador. Será analisada se a entrada das empresas ponto com e a atuação através de aplicativos (e-hailing) trazem realmente mais liberdade, autonomia e melhores ganhos para os trabalhadores individuais ou se o melhor lucro e as vantagens continuam na mão das empresas. Será verificado o quantum de capital social o trabalhador coloca ou não nesta “nova” forma de relação trabalhista, se ainda existem patrões ou não neste mercado virtual.

Publicado
2017-12-19
Como Citar
MARTINS, Ana Christina Tavares; DE MIRANDA, Maria Geralda. CAPITAL SOCIAL, PRECARIZAÇÃO E UBERIZAÇÃO DO TRABALHO. LexCult: Revista do CCJF, [S.l.], v. 1, n. 1, p. 93-108, dez. 2017. ISSN 2594-8261. Disponível em: <http://lexcultccjf.trf2.jus.br/index.php/LexCult/article/view/7>. Acesso em: 18 jun. 2019. doi: https://doi.org/10.30749/2594-8261.v1n1p93-108.

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##