O CONTEXTO DO ENSINO REMOTO EMERGENCIAL: INCERTEZAS SOBRE A APRENDIZAGEM COM SIGNIFICADO SOCIAL

UNCERTAINTIES ABOUT LEARNING WITH SOCIAL MEANING

Resumo

O presente artigo reflete sobre a efetividade do Ensino Remoto Emergencial no corrente ano Continuum 2020/2021 no sentido de oportunizar a aprendizagem com significado social (um dos princípios defendidos por Paulo Freire) para os (as) estudantes das escolas públicas estaduais da Bahia. Para tanto, o foco deste estudo é identificar como está sendo planejado e concretizado o processo de ensino nas escolas estaduais da Bahia durante o período pandêmico de 2021, verificar quais recursos e estratégias pedagógicas estão sendo adotadas para favorecer a aprendizagem com significado social para os(as) estudantes. Bem como discutir se a educação ofertada promove a formação emancipatória e crítica para os(as) estudantes atuarem na sociedade como defende Paulo Freire. A metodologia está baseada na revisão da literatura dos referenciais teóricos de Freire (1996; 1987), para a análise documental das legislações estudadas acerca desta forma de educação escolar qualificada como Ensino Remoto Emergencial. Os resultados desse estudo apontam para a incerteza acerca da efetividade do ensino que favoreça a aprendizagem com significado social visando a emancipação dos estudantes, crianças, jovens, adultos, homens e mulheres estudantes da educação básica uma vez que as gritantes desigualdades econômicas e sociais no Brasil e na Bahia comprometem o pleno acesso dos sujeitos a esta forma de oferta educacional.


 

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Pós-Doutorado em Políticas Públicas e Formação Humana pelo PPFH/UERJ. Doutorado em Políticas Públicas e Formação Humana pelo PPFH/UERJ. Mestrado em Políticas Públicas e Desenvolvimento Regional pela Universidade do Estado da Bahia (2008). Possui graduação em pedagogia pela Universidade Federal da Bahia (1996). Coordena o Grupo de Pesquisa- Grupo de Estudos, Pesquisas e Experimentações Educacionais - GEPEE, cadastrado no CNPq, vinculado a Coordenação de Estudos e Experimentações Educacionais da Diretoria de Formação e Experimentação dos Profissionais da Educação do Instituto AnÍsio Teixeira- IAT/DIRFE/SEC_Ba Faz pesquisa na Linha de Pesquisa: Trabalho-Educação, Relações Raciais, Políticas Públicas Educacionais, Financiamento da Educação e Formação Humana. Faz pesquisas principalmente nos seguintes temas: Trabalho e Educação; Educação Básica; Educação Profissional Técnica de Nível Médio; Currículo; Didática; Políticas Públicas e Território.

Janille da Costa Pinto

Mestrado em Ciências da Educação, Núcleo Territorial de Educação Litoral Sul da Bahia (NTE 05), Grupo de Estudos e Pesquisas Movimentos sociais, Diversidade e Educação do Campo - GEPEMDECC do CEPECH/DCIE/UESC).

Publicado
2021-12-06
Como Citar
LOPES SOARES DA SILVA, Rosemary; PINTO, Janille da Costa. O CONTEXTO DO ENSINO REMOTO EMERGENCIAL: INCERTEZAS SOBRE A APRENDIZAGEM COM SIGNIFICADO SOCIAL. LexCult: revista eletrônica de direito e humanidades, [S.l.], v. 6, n. 1, p. 59-70, dez. 2021. ISSN 2594-8261. Disponível em: <http://lexcultccjf.trf2.jus.br/index.php/LexCult/article/view/569>. Acesso em: 28 maio 2022.
Seção
Dossiê Educação no Brasil: esperança, drama ou farsa?