O ACERVO HISTÓRICO DA COMARCA DE BRAGANÇA: preservação documental e memórias do poder judiciário do Pará

Resumo

A partir do estudo de caso da Comarca de Bragança, no Pará, este artigo analisa o processo de organização e preservação documental, pelo qual passa o acervo histórico dessa unidade judiciária estadual. Desde 2017 com a assinatura do convênio de cooperação entre o Tribunal de Justiça do Pará (TJPA) e a Universidade Federal do Pará (UFPA), atividades de conservação preventiva são realizadas junto ao setor de arquivo do Fórum de Bragança, onde cerca de cem mil registros de natureza cível, criminal e administrativa, datados de meados do século XIX até os dias atuais, encontravam-se acumulados em condições inapropriadas. Com mais de três anos de vigência, o convênio resultou, dentre outras coisas, em um projeto de extensão vinculado a Faculdade de História, do campus de Bragança, que coordena o tratamento da documentação de valor permanente e através do qual a memória institucional e social do Poder Judiciário paraense vem sendo recuperada em função das pesquisas de caráter histórico, produzidas a partir de então, que têm nessa documentação sua principal fonte de informação.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em História - PPHIST, da Universidade Federal do Pará - UFPA (2019). Mestre em História Social da Amazônia (UFPA, 2007). Especialista em Gestão da Informação Arquivística (UFPA, 2019). Especialista em Informática & Educação (IBPEX/FACINTER, 2005). Especialista em História da Amazônia (UFPA, 2001). Graduada em História - Licenciatura e Bacharelado (UFPA, 1999). Professora Assistente da Faculdade de História da Universidade Federal do Pará, campus de Bragança.

Publicado
2020-09-15
Como Citar
COSTA, Magda Nazaré Pereira da. O ACERVO HISTÓRICO DA COMARCA DE BRAGANÇA: preservação documental e memórias do poder judiciário do Pará. Lex Cult Revista do CCJF, [S.l.], v. 4, n. 2, p. 375-397, set. 2020. ISSN 2594-8261. Disponível em: <http://lexcultccjf.trf2.jus.br/index.php/LexCult/article/view/399>. Acesso em: 27 out. 2020.
Seção
Dossiê Memória, História, Arquivos e Museus do Judiciário