A METODOLOGIA PHOTOVOICE COMO ARQUEOLOGIA DE OLHARES E SABERES INVISIBILIZADOS

Resumo

Este artigo tem como objetivo apresentar contributos teóricos e analíticos de como a fotografia pode ser uma metodologia para o “processo de tradução” cultural, relacionado ao escopo epistemológico da sociologia das ausências, proposta pelo sociólogo Boaventura de Sousa Santos e, como consequência, expandir a metodologia photovoice, criada por Wang e Burris (1997). Pretende-se ampliar a referida metodologia transformando-a em mais robusta no campo da pesquisa, ao analisar a fotografia como expressão subjetiva, de forma transdisciplinar, a partir de inflexões conectadas com a epistemologia da semiótica, do “paradigma indiciário, bem como por meio dos conceitos do “inconsciente ótico”, do “paradigma indiciário” e da “fotografia-expressão”, para que possam vir a colaborar para o fortalecimento metodológico de práticas dialógicas e da fotografia no campo da pesquisa-ação.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Socióloga, Cientista Política, Urbanista e Fotógrafa. É Pós-Doutorada em Sociologia pelo Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (2007-2011, Portugal); Doutora em Planejamento Urbano e Regional pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (IPPUR/UFRJ, 2006); Mestre em Ciência Política pela UFF (2002) e Bacharel e Licenciada em Ciências Sociais pela Universidade Federal Fluminense (1988). Professora da Universidade Federal Fluminense no Instituto de Arte e Comunicação Social (IACS) e professora do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Direito da Universidade Federal Fluminense (PPGSD/UFF). Pesquisadora Associada do Centro de Estudos Sociais (CES, Universidade de Coimbra, Portugal) e do Instituto de Estudos do Trabalho e Sociedade (IETS, RJ).

Publicado
2020-11-27
Como Citar
COSTA, Maria Alice Nunes. A METODOLOGIA PHOTOVOICE COMO ARQUEOLOGIA DE OLHARES E SABERES INVISIBILIZADOS. Lex Cult Revista do CCJF, [S.l.], v. 4, n. 3, p. 36-56, nov. 2020. ISSN 2594-8261. Disponível em: <http://lexcultccjf.trf2.jus.br/index.php/LexCult/article/view/377>. Acesso em: 23 abr. 2021. doi: https://doi.org/10.30749/2594-8261.v4n3p36-56.