PEDAGOGIA DIALÓGICA DE AFETO E LIBERTAÇÃO: UMA REFLEXÃO A PARTIR DA PRÁTICA DA PROFESSORA LUANA TOLENTINO

Resumo

Freire percebe a realidade como um processo, um eterno devenir, em que a solidariedade entre os indivíduos e o mundo é fator indispensável para o pensar verdadeiro e, o consequentemente, para um diálogo verdadeiro. Entretanto, para que esse diálogo de fato possa lograr êxito, nos adverte que não se pode prescindir de que tenham voz, isto é, se um indivíduo, ou grupo de indivíduos, está na condição de oprimido em sua liberdade de fala, limitado, enquanto o outro. Nega este o direito de dizer a palavra não há entre estes a possibilidade de troca. Portanto, é preciso que primeiro todos conquistem o direito aos espaços necessários de fala para que entre todos possa existir um ato de criação solidário e plural. Porém, embora facilmente observáveis os danos ocasionados por uma produção de conhecimento excludente, os mecanismos para alterar tal quadro são pouco aplicados. O presente trabalho busca demonstrar uma alternativa de educação dialógica pautada no afeto implementada por uma professora mineira na Educação Fundamental através de práticas pedagógicas feministas, antirracistas e inclusivas.

Referências

ANGELOU, Maya. Eu sei por que o pássaro canta na gaiola. Tradução de Regiane Winarski. Bauru, SP: Astral Cultural, 2018.

CURIEL, Ochy. Hacia la construcción de un feminismo descolonizado. In: MIÑOSO, Yuderkys Espinosa; CORREAL, Diana Gómez; MUÑOZ, Karina Ochoa (ed.). Tejiendo de otro modo: Feminismo, epistemologb y apuestas descoloniales em Abya Yala. Popayán: Editorial Universidad del Cauca, 2014. p. 325-334.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 17. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

HOOKS, Bell. Ensinando a transgredir: a educação como prática da liberdade. Tradução de Marcelo Brandão Cipolla. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2013.

______. Vivendo de amor. Geledés, [S.l.], 9 mar. 2010. Disponível em: https://www.geledes.org.br/vivendo-de-amor/. Acesso em: 10 fev. 2019.

KAUR, Rupi. O que o sol faz com as flores. São Paulo: Planeta do Brasil, 2018.

LAGARDE, Marcela. Claves feministas para la negociación en el amor. Managua: Puntos de Encuentro, 2001.

TOLENTINO, Luana. Outra Educação é Possível: Feminismo, Antirracismo e Inclusão em Sala de Aula. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2018.
Publicado
2019-12-19
Como Citar
NOBRE, Isabelle Rocha. PEDAGOGIA DIALÓGICA DE AFETO E LIBERTAÇÃO: UMA REFLEXÃO A PARTIR DA PRÁTICA DA PROFESSORA LUANA TOLENTINO. Lex Cult Revista do CCJF, [S.l.], v. 3, n. 3, p. 88-103, dez. 2019. ISSN 2594-8261. Disponível em: <http://lexcultccjf.trf2.jus.br/index.php/LexCult/article/view/207>. Acesso em: 27 set. 2020. doi: https://doi.org/10.30749/2594-8261.v3n3p88-103.